Laranja mecânica

R$99,90

Publicado pela primeira vez em 1962, e imortalizado 9 anos depois pelo filme de Stanley Kubrick, Laranja Mecânica não só está entre os clássicos eternos da ficção como representa um marco na cultura pop do século 20. Para comemorar os 50 anos do romance de Anthony Burgess, a Aleph produziu uma edição especial que leva ao leitor ilustrações exclusivas de Angeli, Dave McKean e Oscar Grillo e um material inédito para agradar os maiores fãs da obra.

Disponibilidade: 9 em estoque

anthony-burgess

Reino Unido

Anthony Burgess nasceu em Manchester, Inglaterra, em 1917. Formou-se em Literatura Inglesa pela Universidade de Manchester, serviu no Exército e, entre 1954 e 1960, trabalhou como professor junto ao Serviço Colonial Britânico na Malásia. Ao retornar à terra natal, recebeu a notícia de que tinha um tumor no cérebro. Desenganado, Burgess passou a escrever intensamente para garantir o sustento da esposa após sua morte. Foi nesse período que concebeu Laranja mecânica (1962). Mas o diagnóstico estava errado, e o autor viveu até os 76 anos. Ao morrer, em 1993, Burgess deixou uma grande obra em quantidade e qualidade, entre romances, peças de teatro (inclusive uma adaptação de Laranja mecânica em versão musical), estudos literários e roteiros de cinema e TV. A fusão de linguagens e idiomas para a criação de novos dialetos também é uma característica marcante de seu trabalho, sendo o nadsat – mescla gírias de gangues inglesas e palavras do idioma russo que deu vida a Alex e seus druguis – seu legado mais conhecido e até hoje revisitado.

Escrito em 1961 e publicado pela primeira vez em 1962, Laranja Mecânica não só está entre os clássicos eternos da literatura universal como representa um marco na cultura pop do século 20. Meio século depois, a perturbadora história de Alex – membro de uma gangue de adolescentes que é capturado pelo Estado e submetido a uma terapia de condicionamento social – continua fascinando, e desconcertando, leitores mundo afora.

O estranhamento da linguagem, a trama contundente e o impacto de suas ideias fizeram de Laranja Mecânica um livro único, um fenômeno que extrapolou a literatura para inspirar várias outras produções culturais, como o célebre filme de Stanley Kubrick.

Em comemoração aos 50 anos da obra, a Aleph lançou uma edição especial com acabamento em capa dura e impressão em duas cores (preto e laranja), materiais inéditos e ilustrações exclusivas de Angeli, Dave McKean e Oscar Grillo.

Cada artista escolheu e ilustrou uma das três partes do livro. O quadrinista e ilustrador britânico Dave McKean (colaborador de Neil Gaiman em Sandman, Mr. Punch e Sinal e Ruído) criou as ilustrações da Parte Um. Já a Parte 2 ficou a cargo de Angeli (criador dos inesquecíveis Rê Bordosa, Os Escrotinhos, Bob Cuspe). A Parte 3 coube a Oscar Grillo – artista plástico e ilustrador argentino. Todas as ilustrações foram criadas exclusivamente para esta edição brasileira.

O livro inclui, ainda, material extra composto por textos inéditos, a maioria do próprio Burgess:

– Textos restaurados: assim como a edição especial inglesa, a brasileira apresenta a versão restaurada do livro, fruto de minuciosa comparação realizada pelo editor Andrew Biswell. Alguns pequenos trechos e palavras foram reintegrados, outros eliminados ou substituídos.

– Notas: apontamentos e notas culturais ao livro, redigidos pelo editor inglês, Andrew Biswell. Por exemplo: “Página 50: Elvis Presley: Burgess escreveu na margem do manuscrito original: “Esse nome será conhecido quando o livro sair?”. Elvis e os Beatles (que foram esculachados no livro de 1968 de Burgess, Enderby Outside) representavam tudo o que o autor odiava na música pop e na cultura adolescente”.

– Textos do autor, inéditos em língua portuguesa: um ensaio e dois artigos escritos por Anthony Burgess entre 1961 e 1973, nos quais explica a origem do nome Laranja Mecânica e o porquê de escrever o livro, além de comentar o filme de Stanley Kubrick e muito mais.

– Texto introdutório ao musical de 1990: em nota ao programa da peça, Burgess menciona os motivos que o levaram a escrever a versão de Laranja Mecânica para o teatro, comenta a trama e a nova montagem.

– Entrevista com o autor: extratos de uma entrevista inédita concedida em outubro de 1972, na qual Burgess faz uma reflexão sobre a natureza da liberdade, do bem e do mal.

– Originais: reprodução de seis páginas do original datilografado de Burgess, com anotações e desenhos.

Peso 0.5 g
Dimensões 2.5 × 16 × 23 cm
Tradutor

Fábio Fernandes

Edição

Ano

2012

Páginas

352

Acabamento

Capa dura

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Laranja mecânica”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Carrinho de compras
Rolar para cima