Kit Clássicos que viraram filme

R$149,90

O kit “Clássicos que viraram filmes” é composto pelos livros Laranja Mecânica, de Anthony Burgess, 2001: Uma Odisseia no Espaço, de Arthur C. Clarke, e O Planeta dos Macacos, de Pierre Boulle. Acompanha 1 adesivo #leiascifi.

Disponibilidade: 2 em estoque

unnamed (1)
Anthony Burgess nasceu em Manchester, Inglaterra, em 1917. Ao morrer, em 1993, Burgess deixou uma grande obra em quantidade e qualidade, entre romances, peças de teatro (inclusive uma adaptação de Laranja mecânica em versão musical), estudos literários e roteiros de cinema e TV. Arthur C. Clarke desenvolveu, desde cedo, o interesse pela ciência e pela ficção científica. Deixou um legado que ultrapassa os limites da literatura, além dos mais de cem milhões de livros vendidos no mundo inteiro. Pierre Boulle nasceu em 1912, na França. Com um legado que reflete sua vida movimentada, escreveu mais de vinte títulos, entre eles vários roteiros de filmes, incluindo as duas continuações de O planeta dos macacos, lançadas em 1970 e 1971.

Laranja Mecânica – Anthony Burgess

Clássico eterno da ficção científica, Laranja Mecânica é um verdadeiro marco na história da cultura pop e da literatura distópica. Narrada pelo protagonista, o adolescente Alex, esta brilhante e perturbadora história cria uma sociedade futurista em que a violência atinge proporções gigantescas e provoca uma resposta igualmente agressiva de um governo totalitário.

A trama, que conta a história da violenta gangue de adolescentes que sai às ruas buscando divertimento de uma maneira um tanto controversa, incita profundas reflexões sobre temas atemporais, como o conceito de liberdade, a violência – seja ela social física ou psicológica – e os limites da relação entre o Estado e o indivíduo.

Ao lado de 1984, de George Orwell, e Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, Laranja Mecânica é um dos ícones literários da alienação pós-industrial que caracterizou o século 20. Adaptado com maestria para o cinema em 1972 por Stanley Kubrick, é uma obra marcante: depois da sua leitura, você jamais será o mesmo.

2001: Uma Odisseia no Espaço – Arthur C. Clarke

Em 1968 chegava aos cinemas o épico espacial que marcaria para sempre a indústria cinematográfica, 2001: Uma Odisseia no Espaço, considerado um dos mais importantes e influentes filmes da história. A obra teve seu roteiro escrito a quatro mãos, pelo autor de ficção científica Arthur C. Clarke e pelo cineasta Stanley Kubrick. O filme revolucionou a indústria do cinema com suas cenas inesquecíveis e efeitos visuais pioneiros para a época.

O que poucos sabem é que 2001 é um dos raros casos em que o filme acabou por inspirar um autor a estender sua história para as páginas de um livro. Enquanto trabalhava com Kubrick nos detalhes do roteiro a ser utilizado pelo diretor, Clarke encaminhava, em paralelo, uma versão mais extensa e detalhada da história, que foi lançada no mesmo ano, logo após a exibição do filme.

A edição da Aleph traz os extras: uma nota de Clarke na ocasião do falecimento do Kubrick (às vésperas da chegada do tão esperado ano de 2001); as traduções dos contos “A Sentinela” e “Encontro no Alvorecer”, fundamentais na composição deste clássico (informação confirmada pelo próprio autor em sua nota à Edição Comemorativa do Milênio, também contida neste livro).

O Planeta dos Macacos – Pierre Boulle

O Planeta dos Macacos, do romancista francês Pierre Boulle, é uma das mais importantes obras da cultura pop. Originalmente lançado em 1963, o romance serviu de base para oito adaptações cinematográficas. A nova edição deste clássico vem com extras que vão impressionar os mais fiéis fãs: um posfácio do escritor e jornalista Braulio Tavares, uma entrevista com o autor do romance para a revista Cinefantastique, na qual ele comenta as adaptações para o cinema, e uma matéria sobre Pierre Boulle feita pela BBC.

Na obra, o jornalista Ulysse parte com uma tripulação de cientistas para uma missão de descoberta de novos planetas. Em sua busca, os astronautas pousam em um local muito parecido com a Terra, um planeta repleto de florestas e com clima ameno, um pretenso paraíso, que apesar de muito atrativo, não é o que parece. A maior diferença entre a Terra e Soror, nome dado ao planeta descoberto, são seus habitantes. Neste planeta os macacos exerceram o papel de dominadores, e os homens são animais tão pouco desenvolvidos que mal se comunicam entre si, e servem aos símios como carregadores, cobaias e animais de estimação.

Desde as primeiras páginas até o final surpreendente – ainda mais impactante que a famosa cena final do filme de 1968 –, O Planeta dos Macacos é um romance de tirar o fôlego e justifica seu lugar entre os clássicos da cultura pop e principalmente da ficção científica.

Peso 0.85 g
Dimensões 5.5 × 14 × 21 cm
Edição

Ano

2018

Páginas

752

Acabamento

Brochura

ISBN

9788576574286

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Kit Clássicos que viraram filme”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Carrinho de compras
Rolar para cima